Primeiro mapa-múndi da água subterrânea do planeta

Olá pessoal,

Como estão nesses dias frios de Belo Horizonte?

Hoje trazemos para vocês o primeiro mapa-múndi da água subterrânea do planeta!

A matéria original foi publicada em 2015 pelo Laboratório de Estudos de Bacias da Universidade Estadual Paulista, sendo a fonte original o site Observador.

É a primeira vez que os investigadores mergulham neste assunto. Um grupo de hidrólogos do Canadá, Estados Unidos e da Alemanha realizaram o primeiro estudo aprofundado sobre as águas subterrâneas existentes no planeta. E concluíram que estamos usando os recursos aquáticos muito rapidamente.

Quem explica é Tom Gleeson, investigador da Universidade de Victoria (Canadá), que liderou o estudo. Segundo esse hidrólogo, se olharmos para as reservas de água existentes nos primeiros dois quilômetros de superfície terrestre, menos de 6% da sua totalidade consegue se renovar no tempo médio de vida de um humano. E em muitos destes aquíferos, o nível de água continua a diminuir.

O estudo, publicado na NatureGeoscience, analisou um milhão de bacias hidrográficas e 40 mil amostras de águas subterrâneas. A partir dele, descobriu-se ainda que existem 23 milhões de quilômetros cúbicos de água subterrânea, mas apenas 0,35 quilómetros cúbicos dessa água consegue se renovar em menos de 50 anos. Isso equivale a uma percentagem muito pequena da água que existe debaixo dos nossos pés (0,0000015%).

A idade da água é um dado importante para sustentar a utilização que o Homem faz das águas subterrâneas. A água mais antiga costuma sair do ciclo da água porque está em zonas mais profundas, além de que pode conter elementos (urânio e arsénico, por exemplo) que a tornam não renovável. A água mais recente, por outro lado, ainda pode estar em circulação. No entanto, está mais suscetível à contaminação pelo Homem e às consequências das alterações climáticas.

Agora, os investigadores querem analisar o ritmo no qual o Homem consome a água mais antiga e a mais recente. Essa última, avisam os investigadores, “é um recurso finito que temos de gerir melhor”.

3 de junho: Dia Nacional da Educação Ambiental

Olá pessoal, tudo bem?

Dia 3 de junho é o Dia Nacional da Educação Ambiental!

A lei que institui o dia 03 de junho como o Dia Nacional da Educação Ambiental foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff. Mas temos o que comemorar?

Em 1975 durante o I Seminário Internacional de Educação Ambiental em Belgrado é indicado um novo tipo de educação, envolvendo estudantes, jovens, professores, sociedade de maneira a tornar possível o desenvolvimento de novos conhecimentos e habilidades, valores e atitudes, visando à melhoria da qualidade ambiental e elevação da qualidade de vida.

No Brasil, a educação ambiental emerge somente na década de 1980 como um campo de saberes e práticas, e na década de 1990 se consolida a partir da Conferência das Nações Unidades para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Rio-92.

Estudos recentes apontam que é possível o desenvolvimento garantindo a sustentabilidade do planeta, com consumo consciente e processos produtivos menos agressivos ao meio ambiente. A solução depende de todos nós, crianças, jovens e adultos.

Leia a reportagem completa: 3 de junho – Dia Nacional do Meio Ambiente

Continuar lendo

05 de junho — Dia Mundial do Meio Ambiente

Olá pessoal, tudo bem?

Vocês sabiam que o Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido na conhecida Conferência de Estocolmo?

Em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, que passou a ser comemorado todo dia 05 de junho. Essa data, que foi escolhida para coincidir com a data de realização dessa conferência, tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Conheça mais sobre a Conferência de Estocolmo e o Dia Mundial do Meio Ambiente em:

Brasil Escola: Estocolmo-72

Brasil Escola: Dia Mundial do Meio Ambiente

Créditos da imagem: informeambientalbr

Aproveitando o Dia Mundial do Meio Ambiente, trouxemos dados de uma pesquisa da Fundação SOS Mata Atlântica, que apresenta a qualidade da água de 183 rios em 11 Estados e no DF.

Leia aqui o texto completo

Continuar lendo

No programa “Cidades e Soluções”, da Globo News, entrevistados opinam sobre os desafios do país para conciliar desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente. Eles apontam erros políticos do passado, destacam o papel do Estado nessa iniciativa e apontam mudanças rumo a economia verde.