Os lobos mudaram o curso dos rios no Parque Yellowstone. E se fosse no Brasil?

Leia a reportagem na íntegra: Ciclovivo

 

E se no Brasil reintroduzíssemos em algumas áreas predadores de topo, como o lobo-guará no Cerrado e a onça-pintada na Mata Atlântica? Será que teríamos os mesmos bons resultados que aconteceram em Yellowstone?

O Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, ganhou nova vida após um programa de reintrodução de lobos em 1995.

Tais animais ficaram excluídos da região por 70 anos, o que gerou aumento descontrolável no número de veados. Outra conseqüência foi que, em pouquíssimo tempo, reduziu a maior parte da vegetação.

Com escassas espécies vegetais e animais, o parque lançou um projeto para introduzir novamente os lobos e os resultados logo foram percebidos. Os veados logo começaram a evitar certas áreas com o intuito de não serem presas fáceis, isso fez com que certas regiões começassem a se regenerar.

Esta recuperação atraiu animais como castores que, por sua vez, geraram habitats para outras espécies. Em pouco tempo, havia lontras, ratos, patos, peixes, anfíbios e aves. O que se viu foi um ciclo de impactos positivos, que culminou na mudança do curso dos rios.

“Mais piscinas naturais se formaram, cascatas surgiram, todas as mudanças sendo ótimas para o habitat de vida selvagem. As águas mudam e se adaptaram em resposta aos lobos, e a razão foi que a regeneração da floresta os estabilizou, deixando-os fixos em seus cursos”, afirma o jornalista e ambientalista britânico George Monbiot, que narra o vídeo. Dessa forma, os lobos mudaram o ecossistema do Parque Nacional de Yellowstone e também sua geografia.

O fato surpreendeu diversos especialistas que temiam o programa de reintrodução, até mesmo o Serviço Nacional de Parques não era favorável à medida. Confira abaixo o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=nW5ztScNCYk

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s